segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Livros

Frequentemente me perguntam sobre livros. Também cito vários livros em repostas a perguntas. Assim, resolvi fazer uma breve resenha dos mais importantes livros da "biblioteca low carb e páleo". Lá vai.

Livro: Why we get fat
Autor: Gary Taubes.
O início de tudo para mim. O motivo da existência deste blog. As primeiras 30 e poucas postagens deste blog nada mais são do que um resumo deste livro. Se você só puder comprar um livro, compre esse. Se você não lê inglês, matricule-se em um curso, e daqui a 3 ou 4 anos, leia o livro. Este livro é motivo suficiente para aprender um idioma. Até lá, como consolo, leia as primeiras 30 postagens do blog.
Gary Taubes não é médico, nem pesquisador. É um jornalista de ciência, e é graduado em física. Escreveu um famoso livro (Bad Science: The Short Life and Weird Times of Cold Fusion) sobre o escândalo da fusão a frio, no qual desenvolveu seu gosto por explorar exemplos de má ciência. Foi então que lhe disseram: "você acha que há muita ciência de má qualidade na física? Você precisa então conhecer o mundo da nutrição, para ver o que é ciência realmente mal feita".
Why we get fat não é um livro de dieta (embora tenha um apêndice no final com recomendações). É um livro para você entender por que low fat é um erro, por que low carb é a solução, e para você poder seguir este caminho com a convicção de que a ciência dá suporte à sua escolha. Bom livro para dar a seu médico no Natal.

Livro: Good Calories, Bad Calories
Autor: Gary Taubes
Este foi, na verdade, o livro inicial de Taubes sobre o assunto, e segue sendo, na minha opinião sua obra prima e a grande bíblia low carb. Mas não é um livro para qualquer um. São mais de 500 páginas de ciência e história, cada parágrafo referenciado - mais de 1000 referências bibliográficas - um verdadeiro tijolo. O próprio Taubes admite que Why We Get Fat foi escrito pois boa parte das pessoas não conseguia chegar ao fim deste denso volume. Mas é sensacional, e todo o "low carber" hardcore deve ter e ler. Não é um livro de dieta.

Livro: Protein Power
Autores: Michael R. Eades, M.D. e Mary Dan Eades, M.D.
Finalmente, um livro sobre dieta. O livro é uma boa mescla entre ciência e receita de bolo de como fazer a dieta. Além de ser recheado de casos reais de pacientes do Dr. Eades. O livro também explica como calcular as necessidades proteicas de cada pessoa. Depois de ter lido Gary Taubes, eu já "sabia" que uma dieta rica em gorduras levava à queda de triglicerídeos e colesterol, já tinha testado em mim mesmo e comprovado isso, mas ainda tinha receio de prescrever isso para meus pacientes. Afinal, ano que vem celebro 20 anos de formado, e passei a vida inteira pregando o contrário - não é fácil mudar! Mas em Protein Power o Dr. Eades relata em detalhes sua experiência clínica de sucesso no tratamento de pacientes diabéticos e dislipidêmicos (colesterol e triglicerídeos alterados) com low carb - e era isso que eu precisava para tomar coragem. Hoje, já comprovei inúmeras vezes a eficiência da abordagem low carb no manejo destas condições, mas este livro me ajudou a consolidar estes conceitos.

Livro: The art and science of low carb living
Autores: Jeff S. Volek, Stephen Phinney, M.D.
Sensacional, é como eu definiria este livro. Escrito por dois pesquisadores (um médico, um nutricionista) que têm ao mesmo tempo experiência como cientistas e prática clínica com manejo de pacientes por décadas, em um contexto universitário acadêmico nos EUA. Seu ponto alto é a discussão da cetose nutricional, suas vantagens e como atingi-la. Penso que é um livro um pouco mais avançado, um refinamento digamos assim. Leia primeiro Protein Power, ou um livro do Dr. Atkins.

Livro: The paleo solution
Autor: Robb Wolf
Na minha opinião, o melhor livro sobre dieta paleolítica. Soberba exposição teórica no início do livro. O Autor é um bioquímico e personal trainer. E é um sujeito engraçado. De todos os livros que menciono aqui, este é o único que me fez rir alto várias vezes. Mas o inglês é complicado. Justamente por causa do humor: é cheio de gírias e expressões idiomáticas que podem ser difíceis se você não consegue assistir um filme sem legendas. Mas, se você está procurando este estilo de vida por questões de saúde, e não apenas por perda de peso (especialmente por coisas como cólon irritável, alergias, doença de Crohn, cefaléia, TPM, azia, refluxo, artrite reumatoide, psoríase, mieloma múltiplo), pegue um dicionário, peça ajuda a um amigo, compre o livro e leia!

Livro: The smarter science of slim
Autor: Jonathan Bailor
A cereja do bolo. Publicado em 2012, estou chegando à conclusão que este é o melhor livro. Ok, Why we get fat ainda é meu preferido, mas este é mais completo e mais simples.
1) Mais de 1000 referências bibliográficas;
2) Ciência apresentada de forma extremamente simples, qualquer leigo pode entender;
3) Plano extremamente simplificado de como fazer a sua dieta, sem fases, sem indução;
4) O único dentre os livros de dieta que fala extensivamente sobre exercício, e justamente sobre o tipo de exercício que eu recomendo;
Este seria o livro mais indicado para presentear o seu médico, por exemplo. O autor usa alguns truques para tornar o livro mais "aceitável" para quem ainda se choca com low carb. Por exemplo: ele afirma que sua dieta não é low carb. Por quê? Porque inclui muitos vegetais sem amido, e, portanto, a pessoa come 1/3 de carboidratos, 1/3 de gorduras, e 1/3 de proteínas. Assim, diz ele, sua dieta é, de fato, balanceada, ao contrário da dieta recomendada pelo governo que tem 60% de caboidratos e não é, portanto, balanceada. Acontece que, se você conta fibras como carboidratos, até Atkins tem 30% de carboidratos... Mas, politicamente, "pega" muito bem mostrar para seu (médico/mãe/vizinho/colega) que sua dieta é "balanceada" e não é "low-carb".
Minha única discordância: a ênfase do autor em iogurte low fat e queijo cottage, e omeletes sem gema. É curioso, pois o livro tem um capítulo inteiro argumentando que a gordura não faz mal para a saúde. Mais uma vez, vejo isso como um lance de marketing do autor, para mostrar que seu livro não é Atkins. Minha experiência pessoal é que as versões low fat de alimentos me deixam com fome e deixam a comida menos gostosa. Mas, hei, se você não é chegado em gordura, mais um motivo para comprar este livro.
Por todos estes motivos, vou nomear The Smarter Science of Slim o livro oficial deste blog. Apenas acrescentem as gemas e a nata!

Livro: The art and science of low carb performance
Autores: Jeff S. Volek, Stephen Phinney, M.D.
Mais uma vez, Volek e Phinney atacam com o último grito em ciência low carb, mas dessa vez voltado para a prática de esportes, inclusive para esportistas competitivos e de alta performance. Este é o livro para todos vocês que me escrevem perguntando se é possível praticar esportes sem carboidratos. A resposta curta é sim. A resposta um pouco mais longa é este livro. Se seu personal trainer lê inglês, dê uma cópia para ele.

Livro: Dieta TNT
Autor: Jeff Volek e Adam Campbell
Dieta Tnt - Jeff Volek, Adam Campbell (8579300088)
Um livro traduzido para o português!! Este livro é a resposta para todos vocês que me escrevem perguntando sobre low carb e academia. O livro é escrito em linguagem muito simples, pois embora um dos autores seja Jeff Volek (o cientista co-autor dos livros The art and science of low carb, acima), o outro autor é um editor da revista Men's Health, que sabe traduzir os assuntos para o público leigo. A grande virtude deste livro é entender que as pessoas não são todas iguais e que, dependendo dos objetivos e necessidades, a dieta pode variar radicalmente. Assim, os autores montam 5 dietas diferentes (se bem me lembro, estou contando com a minha memória), que vão desde o low carb cetogênico (para quem precisa perder muito peso) até uma dieta com um dia livre de carbs e carbs nos dias dos treinos para aquelas pessoas magras que querem apenas ganhar músculos. O livro é um "must" para qualquer um que queira otimizar sua performance na academia e fazer low carb ao mesmo tempo. Para vocês, ultramaratonistas, mountain bikers, triatletas, iron men, etc, há um outro livrinho interessante: Low Carb For Triathletes:




Livro: The New Atkins for a New You
Autores: Eric C. Westman, M.D., Jeff S. Volek, Stephen Phinney, M.D.
Este é o Atkins do século XXI. Escrito por Eric Westman, um médico seguidor do Dr. Atkins, professor da Duke University, e nossos já conhecidos Phinney e Volek. Uma atualização da dieta Atkins para nossos dias,  com mais ênfase em vegetais, liberando o uso de café, e permitindo começar a dieta em qualquer fase, dependendo das necessidades de cada um. Este livro é a resposta para os vegetarianos que me escrevem perguntando "o que eu faço, não como carne!". O livro tem um capítulo dedicado exclusivamente aos vegetarianos.

65 comentários:

  1. Amigos,

    Mais duas sugestões de livros:

    http://foodnsport.com/shop/books/nutrition-and-athletic-performance.php

    http://www.fruitgod.com/newbookonfruita/

    E alguns links com informação nobre, de pessoas que pesquisam a sério visando o bem de todos e sem interesse de defender os interesses da indústria:

    http://www.thefruitarian.com/
    http://receitasparasalvaromundo.com/
    http://www.youtube.com/watch?v=UhW0ENr6YXA


    Tudo de bom!
    Klaus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ok, Klaus. Só quero deixar claro aos meus leitores que EU não endosso estes livros/sites - mas respeito o direto de quem quiser optar por um estilo de vida vegetariano/vegano/frutariano (é assim que se diz em Português?).

      Segue o meu contraponto: http://curezone.com/forums/am.asp?i=1728051

      Excluir
  2. Excelente lista.
    Percebi que seus links são para a Amazon americana.
    A Amazon já tem loja brasileira e dá para comprar em real, sem IOF.

    Os links são diferentes na Amazon brasileira. Só como exemplo, aqui vão os links dos livros do Gary Taubes
    Why we get fat
    http://www.amazon.com.br/Why-We-Get-Fat-ebook/dp/B003WUYOQ6/ref=sr_1_1?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1355811210&sr=1-1

    Good calories, bad calories
    http://www.amazon.com.br/Good-Calories-Bad-Conventional-ebook/dp/B000UZNSC2/ref=sr_1_1?s=digital-text&ie=UTF8&qid=1355811340&sr=1-1

    ResponderExcluir
  3. Adorei e ja acabei de comprar! Comprei a dieta TNT na saraiva digital.
    Doutor, reiniciei a indução atkins ontem. Fiz certissimo de acordo com o livro. No entanto, devido a tpm, hoje ao sair da esteira pela manhã fiquei meio com mal estar e me rendi a UMA castanha-do-pará e 2 unid de amêndoas cruas.
    Sei q no livro nao é permitido, mas como apenas uma unidade possui menos q 0,48g e as duas amendoas a mesma coisa, será que esse 1,5g +- de carbo q comi(nao advindo de saladas) vai atrapalhar pra que eu entre em cetose?? Hj a noite completo as 48h.
    E quanto a abobora? No livro ele
    Permte na inducao, mas ela contem acucar e carbs , nao? Mesmo assim comi um pouco.
    E shoyu há acucar tbm, mas eh impossivel comer sashimi sem shoyu... Posso?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vou repetir aqui um trecho da postagem sobre Atkins: http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/12/atkins-ou-nao-atkins.html

      "Mas eu, pessoalmente, penso que a maioria das pessoas não precisa fazer a indução de acordo com o livro. Eu não vejo motivos para restringir saladas verdes em nenhum momento. E não vejo necessidade de restringir morangos, mirtilos e framboesas. Aliás, para a maioria das pessoas, mesmo ameixas, melão, maçã, nectarinas, etc, podem ser consumidos como sobremesa sem prejudicar a perda de peso. Eu digo isso o tempo todo, mas não custa reforçar: a eliminação total do trigo e do açúcar (e, em menor grau, da batata e do arroz) são responsáveis por 80% do benefício. O resto é secundário.

      Não há necessidade de complicar com fases, regras detalhadas, etc. aquilo que, no fundo, é simples:

      1) Cortar açúcar
      2) Eliminar grãos
      3) Evitar raízes ("tubérculos")
      4) Optar por comida de verdade
      5) Perder o medo da gordura natural dos alimentos.

      Pessoal, no fundo é só isso!! Precisa de um doce? Coma uma fruta.
      Tá difícil perder peso? Elimine um pouco as frutas. Cada um é diferente. Cada um precisa testar em si mesmo o que funciona, e aquilo que lhe torna possível seguir com o estilo de vida de forma continuada. De que adianta o livro dizer que você não pode comer frutas, se você não aguenta ficar sem?"

      Excluir
    2. É outra forma de dizer que é claro que UMA castanha (ou duas, ou 3!) não fazem nenhuma diferença. Se vc pode consumir 20 ou 40g de carbs em um dia, porque 1g faria diferença? Relax...

      Excluir
  4. Sofro com meu inglês mímico. Senhor atendei as preces de alguém que precisa desses livros em protuguês...kkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, alguém precisa traduzir pelo menos o Taubes! Vamos fazer um abaixo-assinado online?

      Excluir
  5. Souto obrigado pelas referências. Inestimável contribuição à minha qualidade de vida. Grande abraço!

    ResponderExcluir
  6. Eu li o livro do Robb Wolf no começo desse ano, e foi minha primeira referência em Paleo.
    Realmente é uma escrita bem-humorada, e pode levar um tempinho para pegar as expressões idiomáticas. Por isso sugiro a quem for ler, já ir atrás de versão digital. Além de mais barata, aplicativos do Kindle e do iBooks contém um dicionário, tornando mais fácil as consultas sem precisar sair do aplicativo.
    Mas uma coisa que não me deixou muito confortável na leitura do livro do Robb é que, apesar de explicar a maioria das coisas, outras ele fala que não vai explicar, que é para fazer os 30 dias de teste que ele propõe e ver o resultado por si só.

    Tenho uma sugestão a fazer para quem estiver interessado. Que tal organizarmos um clube do livro low-carb virtual? Fazer um plano de leitura dessa literatura e estipular um capítulo por semana, por exemplo, para depois ser discutido entre os interessados. Assim, quem não tem tanta fluência no inglês pode ficar mais seguro que compreendeu corretamente o livro, e a própria troca de opiniões, inclusive a do Dr., vai gerar debates interessantes.
    Além de deixar o pessoal mais engajado na leitura.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. to dentro!!! ótima idéia, adoro clubes de livro!!! Quando começa??

      Excluir
  7. Edison, tremenda ideia.
    Só poderei colaborar achando os livros em versão digital pra jogar no tradutor e entender a coisa. Meu inglês não existe.

    ResponderExcluir
  8. Acho que esse post acabou de salvar minha vida! Já entrei no amazon e comprei "The art and science of low carb performance". Demorei, mas finalmente estou conseguindo fazer todos meus workouts first thing in the morning, on a fasting state... eu sempre faço HIIT, mas eu notei uma certa queda não só no meu rendimento overall, mas também em como eu me sinto algumas horas depois de treinar (é como se eu tivesse usado toda a energia que eu teria disponivel para o dia inteiro!)... E estive tentando "play around" com a quantidade de carbs na minha dieta pra ver se afetava meu desempenho e notei uma leve melhora, mas não tão significativa... Espero que esse livro me dê uma luz!

    ResponderExcluir
  9. Muito bom o artigo, sou outro da turma que está desesperadamente precisando aprender inglês, pelo menos, acho uma ótima idéia o clube do livro low carb, poderíamos criar um grupo no facebook ou um tipo de fórum, sei lá, me mantenham informado

    ResponderExcluir
  10. Doutor José Carlos, estarei sem acesso à internet nos próximos dias; sabe como é, né ... praia, sombra e água fresca para repôr as energias para um novo ano. Quero então aproveitar para desejar um Feliz Natal cheio de paz, harmonia e alegria pra o senhor e sua família. Um ano de 2013 repleto de saúde, paz, amor, criatividade e sucesso. Até o próximo ano. Abraços.

    ResponderExcluir
  11. Bom dia Dr.,

    Já passo dos 12 dias da dieta de indução Atkins e , mesmo assim, ainda sinto alguma fraqueza e sonolência ao longo do dia, e ainda não começei os exercícios (quero seguir o programa do livro Dieta TNT)..isto é normal ou seria a deficiência de algum nutriente?

    No livro Atkins, há sugestão do uso contínuo de um polivitamínico...o Sr. recomendaria Centrum ? No caso de usar um Polivitaminico, não haveria problemas quanto a ingestão exagerada de Ferro em razão da dieta com bastante carne vermelha?

    Outra questão: Sempre fui acostumado a quase não comer nada no café da manhã e, de noite, literalmente "detonar"...na dieta low carb não tem sido muito diferente, entretanto só consumo proteínas e vegetais...
    o Sr. acha que exagerar no período noturno, ainda que os alimentos sejam basicamente proteína, gordura animal, vegetal e salada verde, atrapalha na perda de peso e/ou manutenção da massa muscular ?

    Obrigado...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Por partes:

      Com 20g de carbs, a gente fica se arrastando no início da dieta - mas com 30 ou 40g, em geral fica-se bem - aumente um pouquinho. E não cometa o erro de cortar gordura.

      Vc pode ou não tomar café da manhã. Eu também não tomava, passei a fazer disso um hábito somente após a adoção do estilo de vida low carb - mas não é obrigatório. Mas um omelete tem o seu valor...

      "Detonar" na janta, desde que dentro da dieta, não atrapalha em nada.

      Excluir
    2. Dr., e quanto ao uso do centr??? O Sr. Recomenda?

      Excluir
    3. Um polivitamínico pode ser uma boa, sim, especialmente numa dieta mais Atkins e não tão Páleo. Pergunte ao farmacêutico sobre uma formulação sem ferro.

      Excluir
  12. Este blog aqui já tem material para um livro. A maioria dos argumentos mais gritantes de Wy We Get Fat ja foram endereçados. Pouca coisa está faltando aqui nesta referência online, acho que a dieta cetogênica estrita é o principal, e os detalhes da interação dieta/exercício que já começaram a aparecer. É um caminho natural este blog virar um livro um dia. Vamos aguardar. A principal vantagem vai ser poder comprar várias cópias e presentear pros parentes e amigos. O livro Dieta TNT não se presta a isso na minha opinião porque ele tem aquele vocabulário Men's Health, a maioria das pessoas não se identifica, acha que é futilidade de quem quer ficar marombado. Falta um livro sério trazendo os argumentos poderosíssimos do Gary Taubes & cia. Por que ainda não temos nenhuma tradução dos livros mais modernos sobre low carb e paleo, hein, hein? É a pergunta que fica. Tenho certeza que estes livros, se traduzidos, atrairiam uma legião de seguidores no brasil.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. De fato, o que me levou a criar este blog foi a virtual ausência de material em português. O que apenas salienta a extrema pobreza intelectual de nossas editoras. Quanto a escrever um livro, bem, o blog já demanda bastante tempo e trabalho, sem os rigores formais de um livro. Embora eu não descarte um livro no futuro, isto agregaria uma carga de tempo que, no momento, seria difícil de conciliar com minha profissão e minha família. Mas, adiante, quem sabe...

      Excluir
  13. Obrigado pelas dicas! Só para constar, a versão digital do livro "protein power" sai por 6,59 reais na amazon Brasil.

    ResponderExcluir
  14. Doutor,

    Sou mais um a te agradecer pelo trabalho realizado nesse blog. Estudando bastante o assunto paleo/low-carb na net, tenho a sorte de ser fluente em inglês, e posso afirmar que os pontos principais abordados "lá" estão plenamente contemplados nesse seu espaço em português, fora a abordagem dos assuntos alimentares típicos nacionais (ex: arroz+feijão). Uma pergunta: algum motivo para deixar de fora da indicação dos livros o do Arthur de Vany: "A Nova Dieta da Evolução", Larousse, 2011, sendo que é um dos pouquíssimos disponíveis em português? Acho que além dele só o Diete TNT e A Dieta de Nossos Ancestrais. Grato

    F. Raeder

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, obrigado!
      O motivo do Arthur de Vany estar fora é que eu nunca li, e EU NÃO SABIA que estava traduzido! Agora preciso ler! Obrigado pela dica!

      Excluir
    2. Eu que agradeço. O legal desse livro é que aborda bastante a questão do exercício, e fornece bastante referências. Mas claro, sempre existem as divergências na literatura, por exemplo: o Sisson acha que arroz branco é "menos pior" que o integral porque os antinutrientes ficam na casca/farelo, já o de Vany acha arroz integral melhor por causa do menor índice glicêmico. Na dúvida, é melhor cortar/reduzir o arroz mesmo, seja branco ou integral, né?

      F.Raeder

      Excluir
    3. E aí Dr? Já leu este livro? Tem na amazon, a versão para kindle(mas que pode ser lido em pc ou tablet), em português.

      Excluir
    4. Li no Kindle neste final de semana. Uma hora dessas vou fazer uma postagem. O livro seria perfeito se não fosse a fobia por gordura - um erro fatal. Tirando isso, eu recomendaria sem maiores reservas.

      Excluir
  15. Doutor José Carlos, em razão da sua recomendação, acabei de ler o Why We Get Fat. O paradima dele é tão inovador, que me causou certa insegurança. Vc concorda com ele, quando ele diz que calorias não engordam? Você acredita que, se eu fizer uma dieta hipercalórica e extremamente low carb, vou ficar super ativa, em vez de engordar? A idéia é muito tentadora, mas dá medo! :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tatiane, foi o primeiro livro que eu li, foi o que detonou o meu interesse, e culminou com este blog. Eu fiquei fascinado, mas também tinha dificuldade de acreditar. Então, fiz meu próprio experimento - comia espeto corrido duas vezes por semana, uma dieta muito hipercalórica, algo como umas 3500 ou 4000 calorias por dia, e acabei perdendo 10 Kg em 2 meses, 15Kg em 6 meses. Eu não sei pra onde ia tudo isso! Mas a verdade é que não é assim para todo mundo, e isso só é assim nos primeiros meses. Obviamente, há um limite. Se vc consumir umas 5000 calorias por dia, por mais low carb que seja, acho que acabará ganhando peso. A questão é que ninguém faz isso. Você se sacia muito antes. E, no final, acaba consumindo menos calorias do que antes, pois sente menos fome. A questão não é calorias, é regular a insulina e a fome - vc não faz um esforço para controlar manualmente sua temperatura corporal, sua respiração, o pH do seu sangue, e não deveria ter que fazer controle manual de calorias também - e simples assim. Aliás, as pessoas até os anos 1960 sequer sabiam o que eram calorias, e menos de 10% eram obesas.

      Excluir
  16. Olá,

    Você já leu/ouviu falar deste livro: http://www.amazon.com/The-Rosedale-Diet-Ron/dp/006056573X/ref=sr_1_1?ie=UTF8&qid=1366924056&sr=8-1&keywords=rosedale+diet

    É de um médico lá dos EUA que propõe uma dieta até mais restritita (quase um Atkins, praticamente), onde me chama atenção também a restrição da quantidade de proteína (no máximo 1g x peso da massa magra por dia).

    Ele tem um site tambem: http://drrosedale.com/, onde tem discussões "mais técnicas" (pelo menos para mim, que não sou médico).

    Luis

    ResponderExcluir
  17. O livro de William Davis http://www.livrariacultura.com.br/Produto/LIVRO/BARRIGA-DE-TRIGO/42127074

    ResponderExcluir
  18. Obrigado, já joguei no blog!


    2013/6/18 Disqus

    ResponderExcluir
  19. The smarter science of slim existe em forma de E-book?

    ResponderExcluir
  20. Sim, para Kindle (pode baixar o aplicativo em iPhone, iPad, Android ou PC) Em 21/07/2013 18:43, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  21. Ola Dr tudo bom, acabei de comprar o livro TNT, e ao le-lo, deparei com algo inusitado. Na pag 66 ele fala que o oleo de canola é bom por conta do omega 6 mas critica os oleos de soja e de milho. Mas oleo de canola tambem nao faz mal ?

    ResponderExcluir
  22. O livro já é antigo. Esqueça esta parte. O livro do Art de Vany, por exemplo, dizia a mesma coisa.


    2013/7/31 Disqus

    ResponderExcluir
  23. Dr. Souto, e o barriga de trigo?

    ResponderExcluir
  24. É, quando escrevi essa postagem ainda não estava traduzido. E esses outros são melhores. Mas em português, o barriga de trigo é o melhor, creio. Em 13/08/2013 22:15, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  25. Só uma curiosidade: é verdade que o Dr Atkins morreu de doença cardiovascular?

    ResponderExcluir
  26. Não, isso é uma lenda urbana. Escorregou no gelo em Nova Iorque, bateu a cabeça e morreu de traumatismo craniano em 2003: http://www.theguardian.com/world/2003/apr/18/2
    Em 23/08/2013 19:00, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  27. Dr.Souto, se estivéssemos no Império Romano, teríamos que falar grego e não latim, porque a língua estrangeira dos latinos era o grego, e todo romano tinha que aprender. Melhor estudar inglês.
    Grego antigo é punk!

    ResponderExcluir
  28. Quis dizer que nós moramos na periferia do império. Se fossemos povos bárbaros naquela época, e quiséssemos falar a língua corrente da metrópole, teríamos que aprender latim - a língua do império. Antes da segunda guerra mundial, as línguas da medicina eram francês e alemão. Agora, indiscutivelmente, é o inglês. Que, por sorte, não tem declinações!


    2013/9/24 Disqus

    ResponderExcluir
  29. Comecei a ler o " The smarter science of slim" e tenho de admitir: é difícil parar. A leitura é interessante demais.
    Duas constatações que já me deixaram satisfeita: meu inglês não está assim tão ruim e manter uma alimentação saudável não é nenhum bicho de sete cabeças. Como diriam os camelôs do centro "Não requer prática nem tampouco habilidade."

    A propósito, seu blog foi um verdadeiro achado.
    Parabéns pela iniciativa.
    abs

    ResponderExcluir
  30. Obrigado - é muito bom mesmo!


    Em 27 de setembro de 2013 19:37, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  31. O livro!


    Em 27 de setembro de 2013 21:09, Jose Carlos Souto escreveu:

    ResponderExcluir
  32. Eduardo De Freitas3 de outubro de 2013 19:08

    Assim como você, Dr., eu comecei lendo o Why we Get Fat do Taubes. É um livro espetacular. Mas o que me fez realmente aderir de vez à restrição de carbo foi o mais recente best seller da Amazon, Grain Brain do Dr. David Perlmutter.


    Trata-se de um respeitadíssimo neurologista americano, com especialização em nutrição, o que dá ainda mais credibilidade aos fatos e estudos apresentados.


    Eu resolvi aderir devido a todos os efeitos positivos listados por um estudioso do cérebro e do corpo humano sob uma ótica sistêmica. Se você ainda não leu, pode colocar na sua wishlist!

    ResponderExcluir
  33. Já li. Sensacional!


    Em 3 de outubro de 2013 19:08, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  34. o que tu falou que eh o melhor ta 57 dolares no amazon;...oh ceus :/
    alguns outros eu consegui, ja tenho leiturinhas garantidas por um bom tempo. Dr. Souto, vc conhece o site www.eatdrinkpaleo.com.au? o legal do site eh que tem uma barrinha onde vc coloca o alimento e ele diz se é paleo ou nao, legal para os iniciantes, mas tem que saber o nome dos alimentos em ingles né :)

    ResponderExcluir
  35. Pega aí, Tatiana: https://drive.google.com/file/d/0BwtrwUCsRkDDejViQUxTVTdicWc/edit?usp=sharing(formato Epub) https://drive.google.com/file/d/0BwtrwUCsRkDDOHQ5R1g5Q292aWc/edit?usp=sharing(Formato PDF)


    Em 30 de outubro de 2013 16:09, Disqus escreveu:

    ResponderExcluir
  36. muuuuuuuito obrigada Dr. Souto :D

    ResponderExcluir
  37. olá doutor keria uma dica eu comecei essa dieta tava na induçao a 12 dias no inicio perdi 4 kilos agora estou novamente com o peso k perdi ,o k aconteceu será?posso continuar com essa dieta?eu estava pesando 10490 e hj to com 10420 em 12 dias neh perdi nd pq?

    ResponderExcluir
  38. Olá Fátima,

    Apesar de 12 dias ser pouco tempo, é difícil saber pq não emagreceu. Mas indução não é a proposta do blog.

    Comece por aqui:

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/01/dieta-paleolitica.html

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/01/como-devo-comer-comida-de-verdade.html

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/01/o-que-comer-no-cafe-da-manha.html

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2012/01/quais-frutas-comer-e-em-que-quantidade.html

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com.br/2013/02/prezado-dr-souto-este-alimento-e.html

    Sobre Atkins:

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2012/12/atkins-ou-nao-atkins.html

    http://lowcarb-paleo.blogspot.com/2012/12/comi-carboidratos-foi-tudo-por-agua.html

    ResponderExcluir
  39. Qual livro é esse? rs

    ResponderExcluir
  40. Que livro é esse Dr Souto?

    ResponderExcluir
  41. O livro Dieta TNT está esgotado. Procurei em inglês, mas o título é Men's Health TNT Diet. Alguém sabe me dizer se é somente para homens?

    ResponderExcluir
  42. Compre aqui: http://www.estantevirtual.com.br/q/volek-jeff-campbell-adam-dieta-tnt

    É da revista men's Health, serve para qualquer um

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 27/12/2013 17:50, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  43. Dr Souto..vc ja deve saber que também foi lançado nos EUA o outro livro do Jonathan Bailor: The Calorie Mith...ja é um dos mais vendidos e ja tem uma reportagem dele na folha de São Paulo esses dias..ja tenho ele via Amazon..segue o link: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/equilibrio/145816-dieta-sem-matematica.shtml

    ResponderExcluir
  44. Siga meu twitter, já estou quase no fim do livro, e tuitei vários partes dele. Mas não traz novidades em relação ao anterior. Só que o anterior está esgotado.


    2014/1/7 Disqus

    ResponderExcluir
  45. Dr. Souto, estou a procura do meu primeiro livro LCHF. Não sei se escolhi bem, mas fiquei entre o The Smarter Science of Slim e o The Calorie Mith, ambos do Bailor.

    Qual a diferença entre os dois? Pela Amazon, dei uma olhada no índice e fiquei com a impressão que o Mith é um pedaço do Smarter Science. Sei que o primeiro esgotou (somente usado agora), mas ele novo custa na casa dos US$ 150, enquanto o Mith custa somente US$ 20,00.

    Aguardo orientação. Abraço!

    ResponderExcluir
  46. São praticamente iguais, compre o novo (calorie myth)

    Dr. Jose Carlos Souto, M.D.
    Sent from Android phone
    Em 18/02/2014 19:50, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  47. Terminei o The Calorie Myth. Muito bom, gostei.

    O foco principal do livro é na parte nutricional, como esperado, mas ele aborda também os exercícios físicos. Fui apresentado aos exercícios excêntricos, que privilegiam a distensão muscular em vez da contração. Segundo o autor, os exercícios excêntricos são mais efetivos que os não-excêntricos, e 15 min por semana, isso mesmo, por semana, já seriam suficientes para obter resultados de emagrecimento/tonificação.

    Tem opinião a respeito? Concorda? Pratica?

    Obrigado e um abraço!

    ResponderExcluir
  48. Ele se baseia em muita ciência. Para mim, isso basta.
    Em 10/06/2014 22:02, "Disqus" escreveu:

    ResponderExcluir
  49. Olá. Eu pratico os exercícios propostos pelo Baylor. Me fazem muito bem. Ma ajudaram um pouco com a perda de peso, pouco. E muito com o tônus. Faço a série de 4 exercícios em 11 minutos. Ritmado (uso um metrônomo), para poder trabalhar a variável tempo no exercício. Uma vez por semana, em casa, 10 min, pouco equipamento (uma barra e um peso): isto é prá mim (não gosto de academias e corridas)! Recomendo. Apenas sugiro monitorar coração. Evito passar dos 90% da máxima. E, se estiveres fazendo bem, em menos de 2 minutos chegas lá. De resto, o limite é o travamento por esgotamento de força, pois o exercício é seguro (desde que feito com atenção e seguindo as recomendações). Enfim, eu recomendo muito.

    ResponderExcluir
  50. Que aula!! Muito bom de ler Marcio!

    ResponderExcluir
  51. Obrigado, Patrícia. Quando me empolgo, desço ladeira abaixo ;).

    ResponderExcluir